Quem é o VR?


Nasci ao início da década de 80, nascido no interior do meu estado. Tive uma infância feliz, sem luxos mas também sem fome, minha maior herança de meus pais sempre foi não apenas a educação formal (sempre atendi escolas particulares e curso de inglês a grande custo financeiro de meus pais) mas a educação moral, ressaltando a necessidade de estudar, ser uma pessoa correta e não passar a perna nos outros.

Meus pais sempre foram poupadores, mas também são ignorantes financeiros. Para eles investimento é em imóveis ("é um bem de raiz meu filho!), carro se troca a cada 2-3 anos ("pra não desvalorizar muito") e ações não prestam ("é cassino, coisa de gente rica!").

Vim para a capital na minha adolescência, passei na faculdade federal assim que terminei o ensino médio e formei-me como um aluno regular em meados dos anos 2000. Nunca gostei muito da minha graduação.

Pouco depois fui para outro estado, que foi sem dúvidas o período mais difícil de minha vida, tanto emocionalmente quanto financeiramente. Aprendi na marra a gerir de forma eficiente meu orçamento, passei um aperto tremendo a ponto de comprar muito macarrão pela maior eficiência caloria x preço, mas não cheguei a passar fome. Ainda assim poupava R$50,00 por mês.

Voltei para meu estado, comecei a trabalhar, depois de um tempo criei o blog e o resto vocês já sabem.

Estudo sobre finanças pessoais e investimentos desde 2006, passando a ter meu próprio portfólio em 2008, pouco antes da crise (pense em timing ruim). Em 2009 resolvi criar o blog como meio de mostrar ao Brasil na prática a minha jornada pela independência financeira. Pelo que pesquisei na internet o meu blog foi pioneiro no Brasil em demonstrar detalhadamente objetivos e portfólios, com valores expressos, sem qualquer tipo de omissão, além de ser o blog brasileiro que apresenta portfólio individual mais antigo que eu conheço. Desde então, continuei estudando e me aprofundando bastante em temas avançados de investimentos, apresentando de forma clara ao investidor brasileiro pela primeira vez temas como taxa segura de retirada (TSR, SWR em inglês) e risco da sequência de retorno. Minhas fontes de informações são basicamente estrangeiras em virtude da escassez de conhecimento financeiro produzido em terras tupiniquins. 

Meu objetivo pessoal é obter a independência financeira até os 42 anos. Já o objetivo do blog é tentar minimizar a ignorância financeira que sempre existiu no Brasil e no mundo através da divulgação do que aprendi sobre investimentos e finanças pessoais durante minha vida, sempre com minhas marcas registradas de objetividade e bom humor.

Ao que tudo indica em 2015-2016 alcancei a tão sonhada independência financeira, com rendimentos líquidos de impostos e inflação no tesouro direto acima de R$12.500,00 com um custo de vida projetado de R$6.500,00 mensais, o que significa que com menos de 35 anos eu já posso, finalmente, VIVER DE RENDA.

Nesse blog você não verá enrolação nem verá ninguém tentando te vender produtos financeiros a preço de ouro (ou a qualquer preço)!