segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Como perder dinheiro com planos PGBL e VGBL - Parte I

Desde o início da civilização, o homem procura obter vantagens às custas do seu semelhante. Reis vivendo às custas de seus súditos, brancos explorando negros, governos taxando cidadãos. Com o desenvolvimento das sociedades, métodos compulsórios desses tipos de vantagens são hoje ilegais (com exceção dos tributos impostos pelo governo), fazendo-se necessário a utilização de técnicas mais sutis, como jogos de azar (Mega-Sena), esquemas ponzi (Herbalife) e, claro, nossa querida previdência privada. Hoje vou ensinar a vocês como perder dinheiro com planos PGBL e VGBL.

Aviso: Não vou perder tempo nesse artigo explicando a origem, tributação e regime dos planos, isso você encontra em qualquer site meia boca. A idéia do blog sempre foi de trazer informações mais selecionadas a um público também mais selecionado.

Já está claro aqui que nosso objetivo é perder dinheiro. O primeiro passo é a escolha do plano, se PGBL ou VGBL. A diferença entre ambos é que o PGBL possui abatimento de até 12% do IR se você faz declaração completa e tributação sobre TODO o valor no momento do resgate, já o VGBL depende do regime escolhido, mas a tributação é apenas sobre os rendimentos. Portanto, para perder o máximo de dinheiro você tem que optar pelo PGBL caso faça declaração simplificada ou seja isento de pagamento de IR (garantindo assim a bi-tributação), e optar pelo VGBL caso faça a declaração completa (eliminando qualquer eventual vantagem financeira do plano). Se você investir em PGBL, faça questão de resgatar totalmente o valor a cada dois anos e assim pagar 35% de IR sobre TODO o valor.

Acima: destino do Imposto de Renda que você pagou

Feito isso, garantimos que pagaremos o máximo de imposto possível. O próximo passo é escolher um fundo que possua o máximo de taxas possíveis, especificamente as taxas de carregamento e principalmente as taxas de administração.

Se você contratar um fundo de previdência privada de um grande banco é praticamente certo que você perderá muito dinheiro. Exemplos do Bradesco (3% de taxa de adm. e 5% de carregamento), Banco do Brasil (3,4% de taxa de adm., 4% de carregamento antecipado e até 1,5% de carregamento postecipado... no BB a faca entra por todos os lados rsrs), Itaú (3% de taxa de administração), etc. etc...

Prestem bastante atenção que a taxa de administração é muito mais eficaz em tirar seu dinheiro do que a taxa de carregamento, já que a primeira é sobre todo o patrimônio (e abatida diariamente... aff), enquanto a segunda age "apenas" sobre as contribuições.

De quanto dinheiro estamos falando em perder utilizando os maravilhosos fundos de previdência privada? 10 mil? 50 mil? 100 mil?!?!?

Vamos usar o meu caso... R$2.300,00 por mês com rentabilidade de 1,2% ao mês durante 17 anos, no primeiro caso sem qualquer taxa e no segundo com 3% de administração e 5% de carregamento. Para simplificar a taxa de administração é abatida mensalmente ao invés de diariamente (melhorando levemente de forma artificial o resultado da previdência privada).



Sem previdência privada: R$2.016.844,52
Com previdência privada: R$1.347.709,51

R$670.000,00 em 17 anos! Isso dá, linearmente, ~R$3.300,00 por mês!

Agora vamos aumentar em apenas 3 anos o prazo, para 20 anos:


Sem previdência privada: R$3.202.677,90
Com previdência privada: R$1.949.896,78

R$1,25 milhão em 20 anos. Notem que 20 anos não é um prazo extremamente longo. É razoavelmente comum vermos portfolios com prazos de 30, 40 anos ou mais. Nesse caso a diferença fica ainda mais absurda. Tal situação é no mínimo irônica já que esses planos são teoricamente indicados para aplicações de longuíssimo prazo...

Se analisarmos todos os planos, veremos que existem alguns com taxas não tão extorsivas. Digamos que você tenha um valor razoável para investir e, buscando a melhor taxa, procure seguradoras não tão sólidas assim. Vamos presumir, portanto, que você achou um excelente plano que cobra 1,5% de taxa de administração e 0% de taxa de carregamento. Como um plano desses sairia no meu caso? Vejamos:


Sem previdência privada: R$2.016.844,52
Com previdência privada: R$1.687.806,15

Diferença de R$329.000. Veja que eu não considerei ainda o Imposto de Renda, que será de no mínimo 10% caso utilizado o regime regressivo. Nesse caso, ainda que fosse um VGBL, a diferença aumentaria no mínimo mais R$100.000,00.

Outro fator importantíssimo considerado é a presunção de rentabilidades idênticas. Ora, sabemos que no prazo longuíssimo a chance da bolsa de valores render mais do que a renda fixa é bastante alta. Ainda assim, o governo (sempre ele) restringiu os planos a possuírem no máximo 49% do portfolio em bolsa, praticamente garantindo uma rentabilidade inferior no momento que o indivíduo for retirar seu suado dinheiro.

Acima: "Investidor" de PGBL/VGBL, feliz após doar dinheiro para bancos/governo

Na próxima parte veremos porque a vantagem tributária do PGBL não é suficiente para tornar esses planos atrativos, exemplos de como a mídia convencional trata esse assunto com a mesma profundidade de uma piscina infantil sem água, além de rebater os argumentos de Gustavo Cerbasi utilizados no livro Investimentos Inteligentes a favor dos planos de previdência. Por fim, mostrarei os dois únicos casos em que vale a pena investir nesses planos.

32 comentários:

  1. IF42, estava ansioso pelo próximo post e fico feliz de ver que teremos uma série sobre planos de previdência privada. Há poucos meses resgatei todo o investimento que meus pais fizeram p/ mim em um VGBL ao longo de 10 anos p/ realocá-lo no mercado de ações e, apesar de ficar inicialmente c/ peso na consciência, hj percebo que foi a melhor coisa q fiz. Só uma pergunta: vc acha que teremos uma melhora importante na liquidez do PIBB nos próximos 5 anos? Abs e continuarei a acompanhar o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola amigos, caramba, faço VGBL, estou começando no rumo dos investimentos, já vi que começei errado..ssrsr
      Mas, como faço para entrar no mercado de ações, não entendo nada disso..
      Me mandem um e-mail para orientações se possível.
      Abração
      Mauro mauro3028@gmail.com

      Excluir
  2. Back in black, hum?

    Esse post fica nos "bookmarks" para futuras "consultorias" quando me perguntarem (novamente) se vale investir nessa "bomba".

    E ainda tem gente que recomenda tais produtos se a pessoa for menos disciplinada... Tsc tsc...

    Para mim, menos disciplina = preguiça!

    []'s

    ResponderExcluir
  3. Por quê as pessoas não entendem que investimento bom é o investimento em conhecimento?!
    Não adianta contestar! Quanto mais souber, mais ganhará!
    Quem conhece o mínimo, sabe que os famosos Planos de Previdênca não prestam para quem busca o que nós buscamos.

    Mas voltando...
    Nos cálculos, vc descontou a taxa de administração (3%) ao mês, ou ao ano?

    Grande abraço! Já faz mais de uma hora que estou por aqui... hehehe

    www.dinheirologia.com

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, vejo uma melhora sim mas é capaz do BOVA11 continuar com liquidez melhor.

    Hhueuehueuh falou tudo, Xico! Quando falam em "comodidade", "praticidade" e coisas do tipo o alerta soa pra mim!

    João, usei a taxa de 3% a.a., que dá 0,247% ao mês. Fique a vontade por aqui kk! Ah, e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  5. Grande IF, o homem está de volta! :D



    Parabéns pelo post! Aguardo com ansiedade os novos artigos.



    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

    ResponderExcluir
  6. Valeu IF!

    Muito bom o artigo!

    Faço dos comentários do Xico os meus.

    Estou no aguardo da parte II.

    Uma outra sugestão para futuros artigos:

    FGTS - Sobre meios para tentar escapar ou amenizar essa furada.

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o post!
    Também espero pela segunda parte para "perder" mais dinheiro :o)

    Interessante o tema levantado pelo hcinvestimentos, FGTS é um dinheiro morto.
    Não sei como anda, mas não tinha uma proposta do governo para ele render "pelo menos" igual a poupança? Ridículo.

    Se bem que há uma proposta para poder utilizá-lo no mercado imobiliário.
    Com a Copa e Olímpiadas por aí, e "especialistas" dizendo que São Paulo será mais rica que Paris, e uma recente reportagem dizendo que os imóveis no Rio e em São Paulo ficaram 50% a "não sei quantos por cento" mais caros, esse tipo de investimento pode ser interessante.

    E o FI-FGTS? Alguém arrisca? :o)

    ResponderExcluir
  8. Olá, tem previsão de quando sai o segundo artigo? Estava com o dinheiro engatilhado para abrir meu PGBL antes do fim do ano mas não quero fazê-lo antes de ler o artigo :)

    Abs
    LFS

    ResponderExcluir
  9. Esse assunto do FGTS seria mesmo interessante!

    Não tenho pleno conhecimento mas acredito que a remuneração do FGTS é TR + 3% a.a. Ou seja, a TR acumulado no ano é de menos de 1% + os 3% a.a temos no máximo 4% de rendimento. Com uma meta de inflação em 4,5% o pessoal está literalmente perdendo dinheiro no FGTS.

    A proposta do FI-FGTS é de garantir TR + 6% a.a, como o rendimento da poupança.

    Não é lá essas coisas mas com certeza é muito melhor do que perde dinheiro...

    Por isso gostaria de deixar essa sugestão para o próximo artigo:

    FGTS - Como perde dinheiro (I)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber se considerou o "come cotas" semestral na rentabilidade do investimento que está comparando com o pgbl?

    ResponderExcluir
  11. Morri de rir com seu artigo.
    Parabéns! É difícil ler textos inteligentes e com conteúdo como o seu. Ja está em meus bookmarks.
    Aguardo mais artigos sobre pgbl

    ResponderExcluir
  12. Perdoem-me mas sobre FGTS eu não falo!

    Anônimo, não estou investindo em renda fixa e portanto não tenho razão para simular come-cotas.

    Implante, obrigado!

    ResponderExcluir
  13. Viver de renda, concordo com a maioria dos seus comentários sobre o PGBL. Os Bancos são os grandes beneficiários desses produtos. O BRADESCO por exemplo obtém cerca de 40% do todo o seu ganho com Seguridade. Contudo, não concordo que o PGBL seja um fracasso total. Temos que considerar que estamos deixando de pagar IR e que o PGBL não se comunica com os seus bens na partilha. Quem é novo, não preocupa-se com isso. Eu posso indicar qualquer pessoa como beneficiário de um PGBL. Isso é importante para algumas pessoas. Não estou dizendo e não aplico mais de 30% nisso, contudo posso dizer que o PGBL tem uma função de disciplina financeira para quem não tem. O engessamento é muito importante, haja vista a crise de 2008, que impediu-me de aplicar mais em ações. Acho muito difícil realizar cálculos genéricos sobre previdência. Depende da evolução salarial, de quando você vai aposentar-se, do planejamento sucessório. Eu ainda não consegui fazer uma conta(tinha que ter feito), mas acho que deve haver um BEP de taxa de administração, levando em conta as condições atuais (que podem mudar). O maior ganho das Seguradoras e o maior absurdo, não foi mencionado, e trata-se do taxa de juros e da tábua atuarial que é utilizada quando da percepção dos benefícios. Em geral, os recursos são corrigidos pela inflação (INPC ou IPCA) com taxa de juros igual a zero e levando-se em conta a tábua atuarial mais conservadora para os Bancos (AT-2000) que apresenta o maior grau de longevidade. Portanto, o ideal seria sacar os recursos de forma gradual, antes da aposentadoria compulsória de 70 anos.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia a todos !
    Meu nome é Roger, e já comprei ações diretamente, bem como investi em fundos de r.f., multimercados e ações; porém iniciei há mais ou menos 3 anos e meio, e estou sentindo que estou patinando pois não utilizei estratégias corretas(day-trades errados, comprei na alta e vendi na baixa, IPOS que não compensaram, enfim....
    Percebi que a estratégia de comprar PIBB+T.D.consistemente ao longo do tempo é realmente uma estratégia mais tranquila, e sistemática, com um foco mais preciso, pois literalmente, me falta tempo no dia a dia para acompanhar o mercado. ESTA SEMANA ESTAVA QUASE FECHADO COM O GERENTE DE MEU BANCO 4 CONTAS DE PREVIDENCIA(vgbl)para meus filhos, mas depois de ler este sensacional blog, fiquei na dúvida....
    Gostaria de saber (leigo !)todos os tramites para poder comprar todos os meses um pouco de PIBBS, ou BOVA, bem como como devo proceder para comprar TD. DETALHES:
    Gostaria de comprar PIBBS OU BOVAS para 4 pessoas, eu e meus tres filhos menores de idade(1, 3 e 8 anos)(não sei como poderia deixar nos seus nomes...deveria abrir 3 contas na corretora? Isto é permitido?
    E somente para eu, comprar TD também ( uns 20 % do capital).SENDO QUE UMA PARTE PARA CURTO PRAZO , E OUTRA, PARA UNS 15 ANOS.
    Porém, quanto ao tesouro direto, me surgiu outra dúvida...Gosto sempre de ter um capital líquido, em um fundo de renda fixa, para poder aproveitar alguma oportunidade excepcional que apareça, seja um empréstimo, seja um pequeno negócio barato,ou outra coisa...Gostaria de saber se para um dinheiro que precisarei a qualquer momento, também seria compensador comprar tesouro direto ao invés de deixar no fundo de meu banco.
    De resto, parabéns pela qualidade da informação aqui encontrada, e desejo sucesso a meta de nosso moderador

    ResponderExcluir
  15. Flavio, ótimo comentário.

    A fato de haver um BEP para mim é óbvio ante ao benefício fiscal do PGBL. Um fator limitante na sua descoberta é a limitação das prev. priv. em 49% de RV. Seria justo comparar um PGBL com porfolio 51/49 a um portfolio 100% PIBB, tendo ambos rentabilidades esperadas diferentes? A meu ver sim, pois ambos estão ao alcance do investidor.

    Quanto a questão da tábua atuarial e previsão de taxa 0 a mesma não é meu foco em virtude de praticamente não haver mais no mercado prev. priv. com benefício definido, tornando o estudo inútil.

    Para mim o engessamento dos planos de prev. priv., enquanto bom para o investidor médio, é absolutamente desastroso pro investidor "ótimo" por um motivo bem simples: quanto menos liberdade o investidor tem, pior será sua adaptação financeira frente a fatos novos que inexoravelmente fazem parte da vida de qualquer pessoa...

    Obrigado mesmo pelo comentário, fez-me refletir sobre algumas coisas...

    ResponderExcluir
  16. O que é BEP?


    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
  17. Hotmar, BEP-Break Event Point, ou seja o ponto de equilíbrio entre perder e ganhar.

    ResponderExcluir
  18. oi poderia me dizer como calculo a taxa de administração de 3% do seu exemplo ?
    consigo chegar em R$2.016.844,52 (a parte de taxa de carregamento eu entendo)

    não consigo chegar no valor de R$670.000,00 que creio eu ser referente a taxa de administração.

    se vc faz com HP12c pode ser tambem, faço calculos nela.

    e outra duvida no seu exemplo apos 17 anos o montante de 1.347.709,51, as retiradas mensais sera feita com 1,2% desse montante por mes ? cerca de R$8000,00 tem alguma taxação encima dessa retirada mensal ?

    desculpe essas perguntas, passo longe desse tipo de investimento, faço como você em RV, sou calouro de economia, as vezes dou mini cursos de analise fundamentalista, achei interessante comentar sobre essas taxas absurdas que pessoalmente me fizeram fugir delas, preferi estudar .. estudar e estudar e fazer eu mesmo uma coisa que nao fique metendo faca com taxas abusivas. enfim, gosto de aprender sobre investimentos mesmo que eu nao va usa-las por causa do curso que estou fazendo.

    bom achei esse blog ontem, estou lendo tudo desde o começo e todos comentarios, interessante, estava pensando em fazer um blog sobre aposentar usando a bolsa, porem por meio de metodos diferentes, ver outros metodos e pensamentos constroi conhecimento, conhecimento é poder, alias o seu blog é excelente fez abrir minha mente eu tinha muito preconceito a blogs, devia ser porque nao achava nenhum bom, os blogs que vc indica aqui tambem sao otimos.

    esta de parabens ! muito bom tudo aqui.
    espero que o meu chegue a essa qualidade, quero pegar a galera mais iniciante, meu objetivo é incentivar a galera que possui menor poder de aporte, 300 pila ta bem vindo !

    abs.

    ResponderExcluir
  19. Fhilipe

    você pode descontar na taxa mensal

    transforme a taxa de 3% ao ano em taxa equivalente mensal e diminua da rentabilidade.

    abraço

    ResponderExcluir
  20. Fhilipe, o renda passiva respondeu por mim, apesar de que na realidade a tx. de adm. é retirada diariamente e nao mensalmente (1/252 avos pra ser exato).

    Sobre as retiradas, veja meu post sobre TSR (taxa segura de retirada). Sobre a taxacao, veja meu artigo sobre tributacao do PIBB.

    No mais, sucesso na sua empreitada! "Everyone ought to be rich!" hahah

    ResponderExcluir
  21. Amigo, bom dia!
    Tenho uma estratégia com meu PGBL e na sua análise, gostaria de saber se estou cometendo algum erro crasso de visão...
    Primeiro, é um PGBL "legal", com 1% de taxa de administração e 0% de carregamento (é de um fundo empresarial que, após eu pedir demissão da empresa, mantive as condições).
    Como saí da empresa para voltar a estudar, estou me mantendo com meus investimentos, e a partir do ano que vem, pretendo começar a retirar do PGBL o mínimo necessário mensalmente para que eu não pague IR anual (fique como isento). Sei que vou ser descontado em 15% em cada saque, mas vou recuperar esse dinheiro no ajuste anual, correto, uma vez que não tenho mais rendimentos na fonte. Nesse caso, a vantagem fiscal do PGBL é grande, não? Ainda mais se eu considerar que eu apliquei todos esses anos tendo benefício fiscal nas minhas declarações...
    Abraço,

    ResponderExcluir
  22. Resolvi fazer meu comentário aqui como um desabafo, fico triste como as pessoas são enganadas por falta de conhecimento. Acabei de acessar o site de minha corretora, por acaso o seu Gustavo Cerbasi postou uma matéria lá sobre as vantagens do PGBL/VGBL, ai me pergunto será que ele defende tal aplicação por falta de conhecimento, já que o mesmo é mais um administradorzinho, mas é claro que não, o BANCO e aquele medíocre, sem a mínima vergonha na cara enganam os pobres investidores, fazendo propaganda de um produto que não é tão bom comparativamente, me desculpem a franqueza.
    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  23. Pessoal, finalmente a mídia de massa publicou algo. Vejam em : http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/aposentadoria/noticias/fuja-dos-planos-pgbl-e-vgbl-diz-especialista

    Parabéns a Exame.com pela coragem !

    ResponderExcluir
  24. B o m b a !!! Saiu na JUSTIÇA !!! Saldo de previdência complementar pode SER PENHORADO, ressalta STJ...http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/infomoney/2011/03/31/saldo-de-previdencia-complementar-pode-ser-penhorado-ressalta-stj.jhtm

    CUIDADO !!! VC PODE PERDER TUDO QUE JUNTOU NESTES PLANOS !!! A SOLUÇÃO É CONTRATAR UM SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA PELO MENOS COBRIR O PREJUIZO DE UMA EVENTUAL PERDA NA JUSTIÇA POR DANOS MORAIS, ERROS PROFISSIONAIS, TERCEIROS E ETC... AGORA SIM A COISA VAI FICAR CARA... LITERALMENTE O OLHO DA CARA!!! SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME!!! L A S C O U !!! aff!

    ResponderExcluir
  25. Não invista em ações! Vc´s vão perder dinheiro. Sabe pq? Na bolsas de valores sempre tem que ganha mais (minoria) e quem perde mais (maioria). Não aposte o seu suado dinheiro em apostas aleatórias de quem perde mais para vc ganhar mais. A bolsa de valores é um mercado altamente especulativo. Sempre tem quem ganha (ricos - maior poder de informação para uso do mal) e quem perde (pobre - menor poder para sair desta enrascada). Ganância e apostas são algo muito comum nestes mercados que vendem o seu dinheiro muito mais barato se o mesmo estivesse na sua mão. Inclusive você pode investir uma fortuna lá e sair falido no outro dia... dizem até em minutos... rsrsrs. Quer uma prova? Vc sabe essas noticias de crise financeira que ocorre no mundo... FOI DINHEIRO SEU MAL INVESTIDO. Seu sim... se não os governos não teriam esses déficits públicos tão alto e empresas que se dizem "serias" com uma verdadeira maquiagem "travesti" (nada contra os travestis) nas suas contabilidades. Meu irmão... se vc que ter juízo lute pela informação... leia um pouco mais de economia e macroeconomia... veja a história do mundo e não caia nesta ARAPUCA financeira das bolsas. Enfim, para te ajudar digo... invista de maneira mais microeconômica... algo que esta mais perto de vc!!! que vc possa tocar e sentir... ex: um imóvel ... ou num seguro de responsabilidade civil para amenizar processos de terceiros contra vc e seu patrimônio. Não invista o seu patrimônio em ações... essa será a pior experiencia que vc vai ter na vida! Como vc pode confiar num mercado que tem investidores que perdem e outros que ganham? Para mim a relação tem que ser ganha-ganha e não ganha-perde. PENSE BEM! BOLSA DE VALORES É UM MOMENTO DE REFLEXÃO DE QUE PODEMOS TER ALGO MELHOR DO QUE ISSO!

    ResponderExcluir
  26. Penso que temos que analisar o perfil de cada pessoa. Por exemplo, para quem faz a declaração completa do imposto de renda, o PGBL é uma opção bem interessante, uma vez que 12% da sua renda bruta, ao invés de ir para o Leão, pode ser direcionada a esse fundo. Por mais que existam aplicações mais vantajosas, não há outra opção, nessa situação específica. Ou vai para o PGBL ou para o Governo. Eu pessoalmente prefiro que vá para o PGBL...
    Na tributação regressiva, após 10 anos, o imposto a ser pago será de 10%, ao invés de 27,5%. Somente aí, já houve um ganho de 17,5%, além da valorização do fundo ao longo desse tempo.
    No caso de se fazer declaração simplificada, ou investir além dos 12% da renda bruta, PGBL deixa de ser vantajoso. Aí sim as opções de títulos da dívida pública ( NTNs ou LFTs ), ou para quem é mais conservador, as LCAs ou LCIs tem ampla vantagem.
    Quem apresenta perfil mais agressivo, tem tempo para estudar e dinheiro para investir, a bolsa, sem dúvida passa a ser atrativa.
    É isso, como já dizia o Poeta: "cada caso é um caso"
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  27. No PGBL os 12% de "desconto" no I.R.é ilusório porque este dinheiro que hoje se economiza, no futuro, quando se sacar o dinheiro tem-se que pagar estes 12% de "desconto". Por exemplo quem investir R$ 100.000,00, após 10 anos e ter juros de R$ 90.000,00, o I.R. será sobre 190.000,00 e não somente 90.000,00. O que ocorre não é isenção e sim adiamento do pagamento. No VGBL o I.R. é somente sobre os R$ 90.000,00..

    ResponderExcluir
  28. Pelos comentários os PGBL e VGBL são as piores idéias concebidas até hoje no mercado! Não é bem assim hoje temos planos de Previdência Privada com taxa de 0,7% a.a. e sem Taxa de Carregamento na entrada do Plano e que após 3 anos de permanência a taxa é igual a 0% em alguns 5 anos, com Rentabilidade muito próximas a 9% e 11%a.a. Rentabilidades estas que os fundos de Investimentos não conseguem com pouco dinheiro, sem falar que um bom consultor pode ajuda-los a entender melhor as tabelas de Tributação e como usufruir do Benefício da Lei 9.532/97 porque estamos falando de investimento a longo prazo.

    ResponderExcluir
  29. Tenho um plano com R$ 500 mil com minha antiga empresa e estou migrando ele para um banco particular. Gostaria de saber qual seria a melhor opção de banco para migrar? Este plano tem em torno de 14 anos de existencia e eu tenho 51 anos, não posso ainda me aposentar e retirar ele. O que devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve buscar qual banco oferece menor tx de adm.

      Abs.,

      VR.

      Excluir