quinta-feira, 31 de março de 2016

Meus Gastos Mensais: Março 2016

Algo que sempre quis verificar com detalhe eram meus gastos mensais. Apesar de sempre ter alguma idéia do que gasto, nunca tive saco pra parar e ficar anotando cada besteira. Pois bem, esse mês anotei tudo e sinceramente os gastos vieram menores do que eu imaginava.

Boa parte dessa análise é para ter uma idéia de quanto irei gastar quando irei morar só para então saber com mais certeza o tamanho do portfólio que preciso. Segue a tabela e abaixo vou descrever com detalhe:






Depreciação: Muuuita gente esquece de anotar depreciação do veículo como despesa, pois é um gasto invisível que só se manifesta quando a pessoa vai trocar de carro. No meu caso, planejo trocar meu carro daqui a +- 9 anos. Minha idéia é comprar lentamente NTN-Principal com vencimento em 2024 para esse fim. Quando for trocar o carro todo o valor já estará lá, sem stress nem rombos de dezenas de milhares de reais.

Sinceramente acho que meu carro vai bem além do que eu preciso. Chama atenção demais e tem coisas que uso praticamente nunca (teto solar, retrovisor elétrico, etc.), apesar de que acho fantástico o câmbio automático e se eu tiver condições financeiras espero nunca mais voltar ao manual.

IPVA: Coação do governo auto-explanatória.

Gasolina: Sim, meus gastos com gasolina são bem baixos (moro perto do trabalho e não saio muito). Vou avaliar por mais uns meses e se for o caso aumento um pouco o valor.

Manutenção: O valor mensalizado do meu gasto com manutenção do veículo tem sido mais ou menos isso aí, por enquanto apenas revisões programadas e consertos de arranhões/pneus furados.

Seguro Carro: Em teoria não preciso de seguro, já que posso me auto-segurar e rodo bem pouco. Na prática, a paz fala mais alto.

Supermercado: Esses gastos são de pequenas coisas que compro no mercado já que meus pais já fazem a compra dos produtos "normais", então o gasto é basicamente de frescuras como frutas, materiais especiais para eu cozinhar com a namorada e quando não estou de dieta em doces, salgados, chocolates e cervejas especiais. Esse mês não gastei muito por estar de dieta e comer bastante fora.

Lazer: Aqui abrange comer em restaurantes, delivery de pizza, comida japonesa ou filés, idas ao cinema, compra de jogos originais para o PC e outras saídas. Mesmo comendo fora toda semana, pedindo delivery praticamente toda semana, indo ao cinema e comprando jogos não consegui estourar o orçamento.

Celular: Tenho um plano de R$30,00 pré-pago da TIM que me atende sob medida.

Compra Aparelhos: Aqui é o valor a ser acumulado para troca de celular, PC ou algum outro eletro-eletrônico.

IPTU: Coação do governo auto-explanatória.

Seguro Saúde: Sim, é caro. Sim, é top. Não, não posso me auto-segurar como no caso do carro. Sim, já precisei usar o que evitou um gasto pra lá de 5 dígitos.

Viagens: Fiz uma pequena viagem esse mês, farei outra pra outro estado em maio e já vou começar a pagá-la mês que vem. Estou de saco cheio de viajar, já visitei 4 continentes e quero agora só paz e tranquilidade então prevejo que vai sobrar dinheiro aqui.

Conselho: Coação do governo auto-explanatória.

Presentes: Eu não gosto de dar presentes, não por mesquinharia, mas pelo stress de escolher algo que a pessoa vá gostar, então muitas vezes acabo pagando mais caro só pra eu ter certeza que estou dando algo bom e a pessoa não vai pensar merda de mim (é ridículo, eu sei, mas é meu jeito).

Extra: Pequenos gastos que não merecem categoria própria e/ou ou inesperados, além de gastos com a namorada.

Meu orçamento portanto é de R$3.800,00 por mês e só gastei R$2.800,00 mesmo vivendo como um rei (comendo do bom e do melhor, fazendo o que queria sem miséria, andando num carro muito bom e morando bem). 

Esses gastos são bem abaixo da minha capacidade, mas não vejo NECESSIDADE de gastar mais. Comprar um carro do dobro do valor iria me deixar mais feliz? Não, apenas mais estressado com medo de ser assaltado/sequestrado. Comprar outro celular? Eu já adoro o meu atual que vai fazer 3 anos mas considero top. Viajar? Estou cansado de viajar, arrumar mala, pegar avião, planejar viagem, trocar moeda, verificar seguro, etc. etc. etc. Relógios? Tenho um que é lindo e é pra vida toda. Video-Games? PC Master Race. GPs? Minha namorada me atende muitíssimo bem e mesmo assim não sou de trair. Cursos? A internet já me atende em todo e qualquer conhecimento que queira obter, além de já ter tendências autodidatas. A verdade é que não tem mais onde eu gastar.

Esses gastos subirão bastante quando me mudar, mas ainda assim creio que não irão além dos R$6.500,00. E você, quanto gasta por mês? Te atende bem?

93 comentários:

  1. Meus gastos esse mês:
    Comida 204,87
    Moradia 370,43 (tudo que gasto pra morar)
    Lazer 173,30 (gasto com namorada e outros)
    Ônibus 214,70 (gasto pra trabalhar, reembolsado)
    Outros 267,53 (academia, dinheiro que mantenho comigo em papel, taxas, farmácia, etc)

    Total: 1230 real

    E por incrível que pareça eu acho que vivo bem demais. Não fico com aquele sentimento de que poderia ter gastado mais ou menos com algo.

    Tenho 25 anos e às vezes paro pra pensar: "Se eu vivo bem com menos de 2000 reais, pra quê vou me estressar pra ganhar mais?"
    Sei que isso é um pensamento chimpa, mas não posso evitar. Tenho dois demoninhos na minha cabeça: um deles me manda trabalhar e juntar dinheiro e o outros me pergunta o que eu vou fazer com todo o dinheiro que juntar, se pouco me satisfaz bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conselho de alguem levemente mais velho: se esforce um pouco mais.

      Excluir
    2. Eu também gasto pouco em comparação com meus ganhos (gasto de 20 a 30% do que ganho) e me sinto bastante satisfeito, mas continuo aportando e querendo ganhar mais, penso que só de ver meu patrimônio crescendo e a segurança já me dão mais satisfação que alguns gastos supérfluos, fora a possibilidade futura de ter luxos de maneira sustentável, pois não tenho como meta parar de trabalhar e sim de me tornar executivo de alto escalão ou dono de empresa, pois gosto de trabalhar moderadamente.

      Excluir
  2. Grande VR. Parabéns pelo controle. É a partir dele que prosperamos financeiramente. Não que você precise disso, considerando seu patrimônio, mas toda ajuda é bem vinda.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Tenho certeza que voce nao trocaria meus gastos pra deixar de ter as coisas que voce tem hoje (incluo seres humanos aqui).

      Excluir
    2. A vida nada mais é do que o resultado de uma sucessão de escolhas, realmente não tenho o que reclamar.

      Excluir
  4. "E se eu tiver condicoes financeiras ..." Para ne VR? Ta de brinks with me kkkk

    Eu usava este mesmo plano da Tim, agora uso pre-pago, pois tenho o cel corporativo da empresa (uso pra trabalho e pessoal mesmo).

    Eu esqueco que voce ainda mora com os pais, nao consigo te imaginar como um cara novo, penso que voce tem uns 40 anos rs.

    Eu.to chegando nos 30, ja casei ano passado, e bem longe da aposentadoria, haja paciencia.

    Tem fechamento bruto e liquido meu, passa la VR.

    Viverdeconstrucao.blogspot.com

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, pq me imagina com 40 anos?

      Excluir
    2. Provavelmente a forma de escrever seus post, tipo de literatura que gosta de ler, e principalmente maturidade nos investimentos.

      Se eu postar uma foto minha no blog, a galera não acreditaria ... Apesar de estar chegando nos 30, tenho cara de moleque também kkk

      Abraço

      Excluir
  5. qual relógio tu tens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara nao vai dizer a marca pq tem medo de ser rastreado. Quem tem cu tem medo.

      Ubirajara

      Excluir
    2. Ja tive um rolex falso.

      Capuchetta

      Excluir
    3. o relogio dele no maximo é um Vivara, Timex ou Tommy.

      Excluir
    4. Qual a relevancia de saber a marca do relogio, que tara que algumas pessoas tem com isso.

      Excluir
    5. Eu acredito que, pela racionalidade do VR, deve ter um CASIO, um Orient ou um CITIZEN. São todos relógios ótimos que duram décadas, tenho alguns desde os anos 80 e seguem firmes e fortes.

      Aposto que o carro dele também é japonês, duvido que seja francês! hahaha

      abraço e parabéns VR, vc é minha inspiração desde o fim de 2014.

      Excluir
  6. Vr, gasto em media 25 mil por mes com os gastos de casa (quando tenho gastos com viagens para o exterior o valor mais que dobra). Os seus gastos sao 10% do meu.

    Chines

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PUTZ Q FORTUNA
      PALHAÇO DO PLANALTO

      Excluir
    2. Tá bem, cara. Obrigado pela informação.

      Excluir
  7. Atualmente ganho 2k de salário e meus gastos giram em torno de 1,5k. mas confesso que é muito dificil conseguir fechar o mês no azul. Os meus gastos assim como os seus também estão todos subdivididos por categorias, faço projeções para o ano todo, divido por 12 e vou acompanhando e comparando previsto com real.

    A pedra no meu sapato se encontra nos gastos diversos (supermercado, lanches na rua, pequenos objetos adquiridos, etc) geralmente para esses separo 300 reais mas sempre ultrapassa em muito chegando a sobrar a minha projeção. Esses gatos bobos que faço aqui e acolá corroem meu orçamento. Eu sou o pricipal culpado pois muitas vezes compro mais do que preciso, invento compras ou chego até a desperdiçar o que comprei. Por exemplo se vou ao supermercado e compro algumas porcarias e frutas e verduras, orimeiro vou consumir as porcarias para só depois olhar para as frutas e verdurar que muitas vezes ja estragaram devido ao fator tempo. é complicado isso rs. Veja bem, eu reconheço e o meu problema mas tenho dificuldade em combate-lo.

    Algumna sugestão?

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida é pra ser vivida se isso te da prazer, vale a pena queimar essa grana com porcarias. Alias quando vc morrer tudo isso: comida, porcarias, gos, dinheiro, nao vais poder levar junto. Tudo isso é pra ser usado enquanto vivo, nao tem virtude nenhuma em juntar um monte de patrimonio, se privar de viver na sua plenitude e viver como um miseravel.

      Manéu

      Excluir
    2. Centavos,

      Sendo honesto e sem ofensa, deixe de ser retardado. Comprar repetidamente coisas pra jogar no lixo depois soa bem estupido pra mim. Ou deixe de comprar as frutas ou deixe de comprar as porcarias, ou compre os dois e va em seguida procurar um psicologo.

      Abs,

      VR.

      Excluir
    3. As pessoas tem posições diferentes frente ao consumo, alguns tem prazer com o uso do produto (meu caso - lado racional) e outros tem prazer de adquirir (maioria da população brasileira - lado emocional), mesmo não servindo pra nada e jogando fora, no final cada um colhe ou paga por seus atos.

      Não vou dizer que não tenho meus deslizes emocionais, mas não representam nem 200/300 reais por ano.

      Uma dica é na hora da compra tentar usar o lado racional, brincar com o autocontrole na hora de comprar algo que queira no momento e abortar a compra pra pensar melhor depois.

      Excluir
  8. Qual o modelo do seu carro cara?

    ALISSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho pra mim que é um Civic EXR.

      Excluir
    2. Certamente é japonês!

      Excluir
    3. Também pensei no CIVIC EXR, mas li em um post que ele pagou R$ 700 em um pneu. Por isto, creio que seja algum SUV, por exemplo um CRV ou IX35.

      Excluir
  9. Considerando tudo que o VR disse, que é um mano estudado (fala ingles, tem formação universitaria e já viajou para 4 continentes), o carro dele seria um Jeep Renegade ou um Audi Q3, mas, considerando que ele não gasta nada, e não mira em ter coisas de qualidade o carro dele deve ser um Golf ou Peugeot 307 ou Chevrolet Cruze ou um Captiva.

    Bengala

    ResponderExcluir
  10. Olá, parabéns pelo blog, muito bom.
    Só uma questão a respeito do seguro do carro: Não sou corretor nem trabalho com isso, mas uma possibilidade que pouca gente pensa é em provocar um engavetamento com carros caros envolvidos, pagar o coserto de uma mercedez, uma BMW e um Audi, além do seu, fica muito caro. Acho que a economia com seguro não vale esse risco. Quem não faz seguro de carro sempre acha que o máximo que vai acontecer é ser roubado e perder todo o valor do carro, e para isso faz uma poupança no valor do carro dizendo ser esse o seu "seguro". Mas se acontece algo mais sério esse seguro vai pagar só uma fração do prejuízo... Não compensa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eh, inclusive nos eua eh normal seguro contra terceiros de 500k, 1 milhao enquanto aqui eh 80k, 100k, ridiculo. Uma alternativa seria fazer um seguro apenas contra terceiros em valor alto, galera frugal americana faz muito isso que dirige com os beaters deles.

      Abs,

      VR.

      Excluir
    2. Só o culpado paga o dano, então se vc estiver andando corretamente não há esse risco.

      Por outro lado, caso cometa um pequeno erro e cause um grande prejuízo (batendo em uma ferrari por exemplo) poderá usar a lei a seu favor (Código Civil: Art. 944. A indenização mede-se pela extensão do dano. Parágrafo único. Se houver excessiva desproporção entre a gravidade da culpa e o dano, poderá o juiz reduzir, eqüitativamente, a indenização.).

      Excluir
    3. Claro que só o culpado paga o dano. Mas ninguém está livre de erros. Seu filho pode chorar no banco de trás e você ao olhar pro moleque no retrovisor não ver o carro da frente freiando, por exemplo. Enfim, não são só psicopatas que provocam acidentes, gente de bem também erra. Abçs

      Excluir
  11. Boa tarde VR. Desde sempre acompanho seu blog e assim como você, estou na empreitada de conquistar a IF vivendo de renda passiva. Meu planejamento é ter uma renda que me permita aos 45 anos retirar em valores atuais R$10k/mês, de forma a atender a uma TSR de 5% a.a. para preservação do patrimônio ao longo da vida.

    Hoje aos 29 anos, vejo que isso é um desafio muito grande pois apesar de hoje ganhar ~R$10k líquido, renda essa que considero satisfatória para minha idade, precisaria aumentar meu patrimônio (aportes + rendimentos) em cerca de R$8k/mês para atingir esse objetivo. Isso levando em consideração um IPCA de 5% a.a. e rendimentos ~0,9% a.m.

    Considero como aporte: 1) FGTS que somos obrigados a recolher mensalmente; 2) Previdência coorporativa que contribuo com 4% do salário apenas pq a empresa entra com outros 2%; 3) Economia do mês do Balanço Receita - Despesa. E é justamente nesse último ponto que gostaria de detalhar.

    Por meses esperei avidamente seu post sobre Despesas mensais e sinceramente fiquei em choque quando vi seu baixo orçamento de R$3,8k/mês e ainda mais chocado com os R$2,8k/mês de realizado, com a sensação de fez tudo do bom e do melhor que queria no período.

    Namoro, mas sou solteiro e moro sozinho, pagando portanto todas as despesas de uma casa que hoje estão em patamares dos mesmos R$6,5k/mês que você tem expectativa de gastar com o incremento por morar sozinho. Também tenho a sensação que vivo extremamente bem com essa quantia. Não me falta nada, faço o que quero quando quero, apenas procuro me manter no planejamento da IF e eventualmente avalio se qualquer despesa a mais vai me trazer mais felicidade ou se manter poupando mais para conquistar antecipadamente a IF é a melhor decisão.

    Dado este contexto, o que ocorre é que muitas vezes fico em conflito se não deveria estar aportando mais, afinal R$6,5k de despesas é realmente um valor absoluto que bastante alto e deveria existir mais espaço para poupar (quem sabe seja o efeito da inflação brasileira descontrolada, mas sinto uma sensação de desespero em ver que acabo gastando tudo isso). Por outro lado já acho que tenho um controle bastante grande sobre minhas despesas e como estou conseguindo me manter no planejamento de crescimento do patrimônio, maiores cortes prejudicariam minha qualidade de vida a ponto de eventualmente não valer a pena o sacrifício.

    Qual a sua opinião sobre o assunto? Já esteve nessa situação de conflito? Alguma colocação ou ponto que fizesse a mente poupadora enxergar uma outra perspectiva? rs

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja fui muito pao duro por situacoes de aperto que sofri no passado e deixaram marcas em mim, hoje considero que estou bem melhor.

      Sua conta nao fecha, entao tudo se resume em decidir se o sacriricio de gastos menores valem a pena para uma aposentadoria mais precoce ou o esforco em buscar um salario melhor. Nao existe resposta geral, voce tem q decidir o que eh mais importante e ate que ponto voce esta sujeito a ir.

      Abs,

      Vr

      Excluir
    2. Esqueça esse negócio de colocar números e taxas de retirada para daqui 20 anos.

      Impossível calcular isso no Brasil.

      Juros voláteis e inflação fora de controle.

      Impossível prever o que irá acontecer e quanto seu dinheiro irá valer naquela época.

      Com inflação de 10% ao ano, bastam 5 anos para seu dinheiro valer menos da metade e olha que a inflação é manipulada.

      Excluir
    3. Considerar FGTS como aporte, isto que e otimismo :)

      Excluir
  12. Impressionada como você é econômico e seu orçamento enxuto.

    O que mais me chama a atenção: você não contribui com NADA nas despesas da sua casa? Mesmo que seus pais não precisem e não solicitem, não te ocorre em fazer um gesto simbólico pagando a conta de luz, de internet, fazendo pelo menos um supermercado grande por mês... sei lá.

    Eu moro sozinha desde os meus 19 anos (hoje tenho 32). Sempre paguei mil coisas com as quais a maioria dos meus colegas nunca se preocupou: aluguel, condomínio, móveis, consertos domésticos, internet, esses gastos inerentes à moradia. Sinto uma certa inveja desses colegas quando penso no que eu poderia ter realizado e investido a mais caso eu ainda morasse com os meus pais.

    Mas, deixando a inveja de lado e fazendo um comparativo rápido entre os meus gastos mensais e os seus, algumas coisas se destacam:
    - lazer: minha média de R$ 800/mês com restaurantes e cinema. É muito, eu sei. Estabeleci a meta de reduzir bastante, mas gosto de frequentar bons restaurantes nos finais de semana e às vezes tenho almoços de trabalho também em restaurantes caros.
    - esportes: faço academia num lugar barato (R$ 100 de mensalidade), mas pago R$ 380 em aulas de tênis. E adoro. Também corro, mas isso não me custa nada.
    - doações e solidariedade: todo mês direciono doações para algumas instituições ou projetos sociais. Cerca de R$ 250.
    - roupas/calçados/salão: média de R$ 700. A mulherada que trabalha comigo é muito bem vestida. Rola muitos jantares e eventos formais, então é um gasto necessário do ponto de vista profissional, infelizmente. Mesmo assim, corto cabelo num salãozinho que cobra R$ 30. Minhas colegas pagam mais de R$ 150. Tem outras coisas eventuais, como limpeza de pele, cremes anti-rugas e tal. Embarangar, jamais!
    - lavanderia: moro numa kitinete tão pequena que não tem lugar para máquina de lavar. Gasto uns R$ 200/mês para lavar a passar. Foda.

    Enfim... sou considerada uma pessoa econômica por quem me conhece (tirando gastos com restaurantes, que admito ser meu ponto fraco). Moro num lugar pequeno e bem simples, tenho um carro popular, ando muito de ônibus, sempre que posso compro itens usados para economizar, sou adepta do "faça-você-mesmo" (pintei paredes da minha casa, troco chuveiro e fechadura, eu mesma faço faxina)... Ainda assim, meus gastos são de no mínimo R$ 6.000. Dura realidade. Acho que para reduzir esses gastos mensais eu entraria em alguns trade-offs que poderiam comprometer minha qualidade de vida e sensação de felicidade.

    Abraços,
    C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas coisas não ficaram claras em sua postagem, C. (se não for troll). A saber: Qual é sua renda bruta e líquida? Quanto economiza? Quanto Investe? Afinal, a depender do valor da sua renda, seu gasto pode ser irrisório ou até mesmo proporcional ao gasto do VR.

      Excluir
  13. C,

    A questao é que vc tem um hobby bastante caro "comer fora em restaurantes bons", outro relativamente caro por conta do curso que eh o tenis. Nao engulo o argumento de q gasta 700 na maior parte com roupas e calcados por fins profissionais. Tem consumismo e talvez ego aí.

    Eu ate acredito que voce é economica e 6k nao é um valor absurdo pra quem já gasta quase 1.5k em roupa, lavanderia e tenis/academia. Infelizmente existe uma questao de status muito forte da sociedade em ir a restaurantes badalados (dai postagens em facebook/instagram de prato de comida e coisas do tipo). A melhor comida de todo o universo que ja comi é um prato que custa 21 reais no happy hour do restaurante, o segundo melhor é um filet de 100 reais. Como vc ve preco e sabor tem correlacao quase 0, muitas vezes paga-se pelo requinte do ambiente. Como vc ja deve saber sou um cara muito objetivo, entao pra mim quero comer comidas que nao tenho habilidade de fazer em casa entao sabor é o elemento principal. Voce pode ser diferente e nao tem nada de errado nisso, agora morar num ovo que nao tem espaco nem pra maquina de lavar e ao mesmo tempo "estourar" em restaurantes e roupas soa consumista pra mim, mas quem tem que responder essa questao é vc e nao eu.

    Abs.,

    VR.

    ResponderExcluir
  14. Pessoal aqui torra grana mesmo, moro numa cidade do interior do Paraná, 3a maior do estado, onde o custo de vida é mais baixo, ganho 12k livres e gasto 3k, isso que sou casado e acabei de ter um filho. Sou taxado pelos amigos de murrinha, não ligo, pois alguns deles ganham o mesmo que eu e se ficar sem o próximo salário, não tem mais um real para "sobreviver". Vivo super bem, viajo em família, pago plano de saúde, mas sou daqueles que faço as coisas gastarem e não gasto com coisas, se tenho alguma roupa de marca, é porque a tia da minha esposa traz dos EUA pra gente. Tenho uma meta de em 2023 ter os 3kk e a partir daí as coisas começam a ficar interessantes para a IF. Acabei de bater os 200k, isso porque fui inventar de investir comprando uma kitnet perto de uma faculdade, senão teria atingido bem antes. Está alugada e se for ver bem, pelo menos dei uma diversificada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bateu 200k agora e quer ter 3kk daqui 7 anos? Mesmo que invista 9k por mes, e tenha uma rentabilidade real de 12% aa. Chega nem na metade.

      trolou

      Excluir
  15. Morar sozinho aumenta demais os gastos, eu tinha gastos parecidos com os seus antes de casar, hoje gasto fácil uns 6 mil num mês normal, só a parcela da construção da casa é 1.700 (tinha um terreno que comprei antes da bolha e paguei barato, financiei a construção pela caixa, 180k,30 anos, 7% aa), vou amortizando parcelas grandes anualmente pra diminuir o prazo.
    Tenho alguns lazeres caros que não abro mão, cervejas artesanais, games no PC (me add lá no steam hehehe).
    Sou PJ então pago um seguro profissional (88 ao mês), e invisto no tesouro para aposentadoria, tudo isso encarece o custo mensal, já fui mais pão-duro, hoje penso mais no meu conforto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com esse juros não compensa amortizar, melhor investir para render mais que esses 7%a.a

      Excluir
    2. Sim, mudei de estratégia ano passado, é que a parcela estava muito alta também, começou em uns 2300 eu acho.

      Excluir
  16. Lendo alguns comentários, fiquei com um pouco de inveja dos gastos de algumas pessoas. Por outro lado, certamente me dará ânimo pra rever meus gastos e tentar cortar algumas despesas. Ganho em torno de 12,5k líquidos como servidor público. Meus gastos ficam em torno de 7k/mês. Vivo bem, não posso reclamar de nada. Sou considerado econômico pelos meus familiares e colegas. Tenho um carro muito abaixo das minhas possibilidades, ano 2007, mas que me atende super bem. Não tenho hobbies caros, mas tenho a sensação de que deixei minhas despesas irem crescendo com o aumento da minha renda. Bom compartilhar experiências com pessoas que também se preocupam com esse tipo de questão.

    Antonio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sustentar mulher as vezes custa caro mesmo.

      Excluir
    2. Se vc é servidor público e ganha 12,5k líquidos não devia se preocupar tanto, tem renda alta garantida pro resto da vida... Se economizar um pouco já pode gastar com o que quiser, viagens, um imóvel no exterior,

      Excluir
    3. Eu sou servidor público e discordo, algumas carreiras estão com correção das remunerações bem abaixo da inflação há anos e o padrão de vida de quem segue essa lógica abaixa junto, vejo no dia a dia os colegas que pensam assim sofrendo... isso é uma das razões pelas quais eu poupo e invisto.

      Excluir
  17. Rapaz, sem ofensa ok, de boa mesmo. Mas vc vive igual a um adolescente, praticamente as custas dos pais. Quando você morar sozinho e tiver que andar com as próprias pernas aí vc vai ver que não só os gastos vão ser bem maiores (talves mais que os 6K projetados) como também o trabalho e o stress tb será maior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. /inveja

      Já morei longe dos pais, sei disso tudo meu caro...

      Excluir
    2. Primeiro, parabéns pelo blog, comecei em 1/2014, hj ainda não cheguei nos 300K, fiquei surpreso com os comentários, galera do Brasil com despesas de 6K ou mais, volto a cada 2 anos ao Br, e ainda não entendo esses gastos. Aqui (JP), meus gastos não passam de 6K nunca, e faço 3 viagens int por ano, tenho casa e esposa, não pretendemos ter filhos, na verdade, se eu quisesse, poderia diminuir uns 40% os gastos, mas está na minha meta, os 2 trab, eu como autônomo e esposa em escritório, ela dá muita risada qdo comento q as mulheres gastam X com Salao, roupas, restaurantes,...prefere viajar, mas cada um com sua estratégia, respeito mútuo, pretendo atingir minha IF em 2025...VR, seu blog como o de muitos outros foram maravilhosos pra mim, muito obrigado a vc e a todos da blogosfera q contribuem para uma melhor educação financeira. Abs. Frankjp

      Excluir
  18. Vestuário entra onde? Assumo que você precise de boas roupas para trabalhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ganho mais roupas do que consigo gastá-las, tirando meias e cuecas.

      Excluir
  19. VR, eu tenho mais ou menos o mesmo patrimonio que voce, coisa de 2.7kk, mas sou mais velho, 43 anos.

    Eu nao anoto minhas depesas mas calculo por diferenca ja que sei quanto ganho liquido, o retorno dos meus investimentos e minha evolucao patrimonial. Isso faco ja ha 10 anos.

    Corrigindo meu gasto mensal ao longo destes ultimos 10 anos pelo IPCA chego a 7.3K. Sou solteiro, sem filhos, moro sozinho, tenho um bom carro, viajo, tenho namorada, vou a restaurantes.

    Meu benchmark para investimentos e' um CDB rendendo 102% do CDI e pagando 15% de imposto de renda. Considerando os ultimos 10 anos este benchmark resulta em 3.15% de rendimento liquido real ao ano.

    Considerando meu gasto mensal constante e considerando este rendimento de 3.15% a.a. eu chegaria aos 90 anos ainda com 72% do meu principal preservado.

    Cheguei 'a IF e isso nao mudou a minha rotina. Continuo trabalhando e aportando. A diferenca e' que nao tenho medo, preocupacao. Sou senhor do meu destino e isso e' muito bom.

    ResponderExcluir
  20. Como você efetua seu controle? Via Excel mesmo? Ou usa algum app?

    No mais, excelente resultado, gastou abaixo do planejado! Muito bem!

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  21. "Viver como um rei" gastando pouco é muito fácil quando se tem casa, comida e roupa lavada pelos pais.

    ResponderExcluir
  22. Cara, pensei o mesmo. Morar com os pais até hoje e sem contribuir em nada (pelo menos de acordo com a descrição dos gastos dele) é muito comodismo. Isso é o que diferencia os homens dos meninos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo depende dos pais. Se eu pegasse uma conta de luz pra pagar ia ser espancado por meu pai.

      Excluir
  23. "Viver como um rei" gastando pouco é muito fácil quando se tem casa, comida e roupa lavada pelos pais.

    2x

    Mas, quando se tem pais com boa estrutura financeira, quando estar na casa deles não representa um prejuízo $$, pois os caras tem grana, não há mal nenhum permanecer na casa deles. Infelizmente, essa não é a realidade da grande parcela dos brasileiros. Só tenho algo a dizer: que inveja. Tenho 23 anos e fiz muitas escolhas erradas na vida. Tenho filha, marido que não pensa no futuro, curso superior em andamento, ganhos entre R$ 1.200,00 e R$ 1.600,00 por mês, é variável pq faço uns extras. Só não estou no fundo do poço pq herdei a casa onde moro, controlo tudo o que gasto, não tenho dívidas, tampouco utilizo cartão de crédito, estudo diariamente, me esforço no trabalho, tenho planos de uma carreira promissora e sonhos que me fazem levantar da cama todos os dias pra tocar a vida.

    ResponderExcluir
  24. Oi VR.

    Parabéns pelos baixos gastos e, mais ainda, pela iniciativa de monitorar para onde vai seu dinheiro.

    Quem "precisa" de pouco para ser feliz tem uma chance muito maior de atingir esta meta do que outras pessoas que colocam sua felicidade em coisas e bens [e viram escravos do trabalho para terem estas coisas e bens].

    Mas realmente não consigo imaginar como alguém pode ficar de "saco cheio de viajar". Se eu tivesse a IF que você tem, seria exatamente viajando que eu aproveitaria meu tempo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ID. As pessoas são diferentes com objetivos distintos!

      Excluir
  25. O pessoal aí está com uma inveja grande do VR ter pais decentes e poder morar com eles. Qualquer um gostaria de ter isso.

    Eu moro com minha esposa, dividimos tudo, e meu gasto pessoal gira em torno de R$ 2.300,00 a 2.800,00 mensais, sendo que meu ganho líquido é de 8k por mês. Quando eu morava com meus pais gastava entre 400 e 800 reais por mês, ou seja, meus aportes diminuíram, mas ganhei privacidade e autonomia, que eu não tinha pela simples incompetência dos meus pais me deixarem em paz, além da falta de respeito e autoritarismo descarado as vezes (e da casa ser pequena). Se fosse diferente estaria morando com eles ainda e seria vantajoso para todos.

    Portanto resolvi mudar da casa dos meus pais por conta própria e na verdade a contragosto deles e meu pelos gastos, então propus de casar com minha namorada e dividir as despesas, além da separação total de bens (sou advogado), o que me poupa um gasto mensal de 1,5 a 1,8k/mês se morasse sozinho.

    Então não tem vantagem de morar sozinho, só se for psicológica ou pra se livrar de família chata.

    VR, qual seu ganho mensal?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  26. Tenho 25 anos, atualmente moro e trabalho com meus pais e gasto em média 1k reais sem pagar nenhuma conta e ganho 4k, mas sem clt. Resolvi que irei me casar no meio do ano, pois, não estou muito contente em continuar morando com meus pais por questão de convívio e de autocrescimento. Minha esposa ganha 3k na carteira e contando que para onde irei me mudar não terei que pagar aluguel, somente condominio e contas e meu patrimônio atual é de 30K em titulos + um veiculo no valor atual de 40mil (que gera renda). Fiz uma jogada financeira muito ruim ou ainda sim dá pra manter um plano razoável de IF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda dá sim, só vai demorar mais tempo. Se proteja de um eventual divórcio.

      Excluir
    2. Esse ponto de casamento eu ia comentar por aqui... às vezes você casa com uma pessoa, e mesmo ela entendendo e compartilhando dos seus objetivos, ela não enxerga algumas coisas básicas do tipo: duas pessoas não precisam de dois carros sendo que uma trabalha no caminho do trabalho da outra.
      Ajeitar horários não adianta pra ela, e comprar outro carro é coisa que não vou fazer nem f... enfim, discussõezinhas conjugais.

      Excluir
    3. Na questão de eventual divórcio eu presumo que futuramente não será muito complicada já que ganhamos valores próximos e futuramente a escala de crescimento salarial da minha noiva é até maior, e estamos já combinados de dividir tudo, então se acontecer, vai ser metade pra cada lado mesmo e vida que segue. Pois é, vamos ver como será na prática, no vamos vá, mas somos controlados, se mesmo demorando der pra alcançar, vamos correr atrás.

      Excluir
  27. to impressionado como o pessoal aqui gasta pouco....mas deve ter um monte de gente que vai nos bares/restaurantes e na hora de pagar a conta se faz de morto....ja vi aos montes aqui no bostil, espero que o VR nao seja um desses chimpas...antes de morar sozinho gastava 5/6k/mes.....depois mais de 10, contando mobilia e viagens....sou tido como economico por todos que me conhecem....acho q está faltando 2 coisas pro VR, repartir o pão, e ser mais generoso (inclui amigos, namorada e familia)....280 num mes e ridículo....pelo visto vc fica muito em casa, e só come pizza com a namorada....fico feliz q tenha uma grana boa guardada.....mas triste pela vida que leva....boa sorte e abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Anon,

      Mais do que generoso, procuro ser justo. Nao vou sair por ai pagando conta dos meus amigos, 1o pq passa a impressao errada e 2o que eles tem uma condicao financeira q nao precisa nada disso. É algo que nao discutimos, divide-se e saem todos felizes.

      Vc tem que entender que as pessoas nao sao iguais. Vc ta partindo de uma premissa que se a pessoa precisa gastar minimamente um valor X pra ser feliz. To calculando e to vendo que vou gastar uns 10k no meu home theater. É algo que me traz satisfacao, gasto com gosto. Agora ficar saindo pra restaurante chique pra encontrar pessoas bocais, sair 200 temers menos rico e achar que é isso que é viver nao faz sentido pra mim. Prefiro passar o maior tempo possivel com meus pais, meus irmaos e minha namorada fazendo as coisas que gostamos, dando risada e aproveitando a companhia um do outro. Nesse sentido pouco importa quanto estamos gastando.

      Um exemplo pra deixar isso claro. Eu e minha namorada gostamos muito de comida japonesa, e sabemos fazer o basico (suhis, temakis e hot rolls). Com 100 reais eu posso comprar material o suficiente pra fazer um absurdoooo de comida, posso errar um pouco mas coisa de 200 sushis e uns 10 temakis, ou comprar 4 temakis en uma temakeria. Fora que nossa comida apesar de visualmente ficar pior em termos de sabor é superior, até minha namorada ficou "chateada" pq depois que a gente aprendeu a fazer ela quase sempre se decepciona quando come em outro lugar, presumo q eh pq usamos ingredientes sempre frescos e fazemos o molho do arroz mais ao nosso paladar (um pouco mais avinagrado). Mas ai pq ao inves de gastar 100 reais pra comer um temaki pronto eu gasto 10 fazendo os meus eu devo ficar "triste pela vida que levo"?

      Sei la, acho que tem um sofisma permeando a sociedade de que eh preciso sempre gastar pra ser feliz, e me considero um cara feliz pra caramba entao sei pelo menos no caminho certo eu estou.

      Excluir
    3. E você é um cara ponderado também... se fosse eu já descarregaria a xingação nesses anons chatos do caramba.

      O cara sugere ficar comprando amizade é o fim do mundo, tem idiota pra tudo mesmo.

      Excluir
  28. Nao acho que quanto mais se gasta, mais se e feliz. Acho q vc tem ideias inteligentes e interessantes sobre a vida financeira...mas tb e tragicomico que as melhorrs coisas acabam sempre levando a gastar menos. Tb gosto de preparar minha comida, o que nao me inpede de ir a retaurantes quando estou a fim, pra socializar com amigos ou familia. Alias, se nao mora sozinho, cade a conta de moteis/hoteis? Ou vc tb acha q e mais legal transar c a namorada no seu quarto com os pais na sala? Falta amadurecer um pouco...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não preciso ter gasto com motel/hotel, meus pais são super tranquilos e minha namorada tem o canto dela.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  29. VR o q eu percebo nos seus gastos é q vc continua economizando, mesmo sem precisar. Isso é uma coisa boa, ja q a cultura de poupar e aproveitar as coisas ao maximo esta enraigada no seu dia a dia. Minha pergunta é se poupar ainda é prazeroso?. Vc ainda pechincha?

    Fiji

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não acho que economizo no sentido de que deixo de consumir algo com o puro objetivo de não gastar. O que ainda faço e acho perfeitamente normal e razoável é antes de comprar o produto pesquisar pelo melhor preço, analisar se é aquilo mesmo que preciso/quero etc. Outra coisa também é não consumir produtos que apesar de maior qualidade possuem péssima relação custo x benefício, como pagar 300% a mais por uma passagem de 1a classe, gastar 50% a mais por um carro importado e coisas do tipo.

      Sinceramente não acho que falta nada em minha vida em termos materiais. Como bem, moro bem, dirijo um excelente carro, tenho roupas demais, perfumes demaisssss, um telefone que me supre perfeitamente, relógio idem, computador idem. Tirando meu apto que está em reforma não tenho mais onde gastar.

      Excluir
    2. Ainda tenho um leve prazer em ver a renda passiva aumentando. Pechincho quando são coisas de valores maiores ou quando o preço está acima do que entendo como justo.

      Excluir
  30. Oi VR.

    Descobri seu blog somente hoje, uma pena. Parabéns pelo conteúdo e pelas conquistas. Também estou no barco da busca pela IF.

    Passei apenas para fazer um merchan de graça pros caras, mas você já viu o Guia Bolso? Um app que tenho usado nos últimos meses, vale a pena dar uma olhada.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  31. 3kk de patrimonio líquido (e só subindo), renda mensal de 0 a 25k, gastos atuais em menos de 3k e futuros em torno de 6k. E não curti viajar (ou saturou).

    Cara... qnd tu vai dar "vazão" pra esses "kks"? hehehe
    Vejo no futuro uma ex esposa rica ou filhos herdando um império! hehehe

    Abraço

    ResponderExcluir
  32. Saturei de viajar. Nao tenho mais onde gastar, a utilidade marginal do meu dinheiro é quase 0 após esses valores. Segue a vida.

    ResponderExcluir
  33. Saturei de viajar. Nao tenho mais onde gastar, a utilidade marginal do meu dinheiro é quase 0 após esses valores. Segue a vida.

    ResponderExcluir
  34. VdR, tenho um seguro ainda mais caro que o seu. Você poderia me falar qual seu plano, se você conseguiu via alguma corporação de ofício? Ou é privado demais isso para falar aqui no aberto?

    ResponderExcluir
  35. Os gastos realmente ficam baixos, quando não se tem filhos/mulher para sustentar, e mora com os pais. Daí realmente fica barato. Uma pessoa mais adiante na vida, vai ter gastos realmente altos, como por exemplo se voce tiver dois filhos, só em colégio vai gastar R$ 2000, ou seja, quase seu gasto atual total. Mais moradia, vai gastar uns R$ 600 de condominio ou gastos de uma casa, fora os gastos com seguro saúde dos filhos, escola de inglês, etc. Obviamente se voce for gay, isso diminui muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, realmente estão baixos. Espero com meu apto gastar cerca de R$6-6.500 por mês. Não terei filhos.

      Excluir
  36. È viver de renda, conheci alguém que pensa da mesma forma do que eu em relação a necessidade de adquirir novas despesas.Tenho 20 anos moro com meus pais , tenho um custo de R$ 700,00 , não tenho carro , entretanto a moto que desejo.
    To pensando em comprar um imóvel no final do ano ,acredito que o aluguel gire em torno de 0,7 % a.m (liquidos ) , o principal provavelmente vai ser corrigido pela valorização do imóvel (não sei se funciona dessa forma )
    E vou começar fazendo aportes de 3k todos os meses na Tesouro ,ano que vem inicio a faculdade e quero ter uma renda extra quando termina-la , algo em torno de 1k , para que eu possa abandonar meu trabalho, e começar um estagio em uma boa empresa , ou seja quero investir para gerar um renda extra e nçao ter que ficar se preocupando em como vou pagar as contas e sim como vou ter mais grana kk

    ResponderExcluir
  37. E parabéns pelo blog , são poucos que dispõe de tempo , para ajudar o próximo .
    Blog é totalmente realista mas não deixa de ser inspirador

    ResponderExcluir
  38. VR,

    Eu sinto muita pena da sua namorada por namorar alguém tão "coxinha" (rs).
    No mais, parabéns por ter alcançado a sua IF.

    Em tempo: posso dizer o mesmo da minha esposa.

    ResponderExcluir
  39. New Diet Taps into Revolutionary Concept to Help Dieters LOSE 20 Pounds within Just 21 Days!

    ResponderExcluir