domingo, 11 de dezembro de 2011

Desiludido com a Teoria Moderna do Portfólio

Sendo direto:

  • Por que a correlação presume-se constante quando na verdade ela aumenta nos piores momentos possíveis?
  • Por que o modelo não é escalonado por uma função desigual da utilidade econômica? Em outras palavras, por que o primeiro milhão vale o mesmo que o centésimo, sendo a realidade bem diferente? (até certo ponto corrigido pela Post-MPT/Fishburne)
  • Por que portfolios otimizados pela MPT muitas vezes possuem os piores índices sharpes subsequentes? Cheiro de data mining.
  • Talvez o ponto mais importante, central de toda a teoria financeira moderna: por que a expectativa de retorno de qualquer classe de ativo presume-se constante quando na verdade a mesma é modificada a depender do valor presente? Comprar o índice Nikkei em 1989 com PL de 95 possui a mesma expectativa de retorno de comprar o DJI com PL de 4 em 1932? Ou os bonds de 30 anos americanos que tiveram retornos de até 20% a.a. possuem a mesma expectativa de retorno de um yield atual que está em 3%? Qual das opções é a mais arriscada? Risco definido não apenas pelo desvio-padrão, mas pela capacidade que o ativo tem de produzir valor. Esse tal do risco, ô bicho estranho...

28 comentários:

  1. Caraca.Preciso estudar mais...
    Nem me passa essas preocupações suas na minha mente. Não estou neste nível.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo, pare com essas análises estapafurdias, estilo Empiricus, e comece a analisar empresas para investimento com caráter previdenciário.

    Não entendo essa mania do ser humano de complicar tudo. Lendo seu texto mais parece que estou lendo aquelas análises de analista que não sabe o que fala.

    Bom, só dei minha opinião. Segue ou ignora quem quer. Já ativei meu escudo contra xingamento e fãs.

    ResponderExcluir
  3. Renato,

    Apesar da linguagem forçadamente mais técnica, os questionamentos são de aplicação bem prática: a utilidade de uma fronteira eficiente iria praticamente a 0 e, pra completar, estou questionando ao final a teoria dos mercados eficientes, utilização de índices e toda a questão da geração de alpha, etc.

    Abraços,

    VR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MERCADOS EFICIENTES ??

      ELES EXISTEM ????????????????

      Excluir
  4. Só pra complementar os efeitos praticos, a questao da utilidade economica igual leva a alocacoes de ativos mais agressivas com portfolios ja grandes o suficiente. Ja a correlacao variavel leva a criar alocacoes menos diversificadas e mais concentradas nos ativos de maior expectativa de retorno, etc.

    VR.

    ResponderExcluir
  5. MPT é bonito mas é o bullshit do século... leia esse livro:

    http://www.amazon.com/Value-Investing-Techniques-Intelligent-Investment/dp/0470683597/ref=sr_1_4?s=books&ie=UTF8&qid=1323656967&sr=1-4

    ResponderExcluir
  6. Buffet disse uma vez que se os mercados fossem eficientes ele seria mendigo....

    ResponderExcluir
  7. VR, bom dia.

    Já pensou como se precaver contra o risco de encolhimento duradouro do PIB mundial (décadaS perdidaS)?

    Dizer que o risco não existe penso não ser o mais prudente. Mesmo que o mesmo não venha a existir (o que não concordo, pois já existe), no mínimo deveríamos debater sobre formas hipotéticas de diminui-lo no plano das finanças pessoais.

    Se realmente o investimento em equity (pelos menos nos índices) patinar durante muito tempo, acabou o meu plano de aposentadoria aos 50... Somente imóveis e RF não vão dar conta - com as taxas de retorno atuais, frise-se.

    Veja resumo da questão:

    "According to the [Stern] Review, without action, the overall costs of climate change will be equivalent to losing at least 5% of global gross domestic product (GDP) each year, now and forever. Including a wider range of risks and impacts could increase this to 20% of GDP or more.".

    "In April 2008 Stern said that the severity of his findings were vindicated by the 2007 IPCC report and admitted that in the Stern Review, ´We underestimated the risks [...] we underestimated the damage associated with temperature increases [...] and we underestimated the probabilities of temperature increases´. In June 2008, Stern said that because climate change is happening faster than predicted, the cost to reduce carbon would be even higher, of about 2% of GDP instead of the 1% in the original report.".

    Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Stern_Review ou http://www.webcitation.org/5nCeyEYJr

    ResponderExcluir
  8. As correlações entre os ativos variam com o tempo então é difícil tentar "montar" um portfolio ideal baseado nas correlações passadas dos ativos. É o que eu chamo de "dirigir olhando pra tras".

    Outro problema sério das finanças "moderna" é usar a volatilidade de um ativo como indicador de risco. E achar que todo risco é recompensado. Nem sempre maior risco implica maior retorno no LP. Risco pra mim é uma função da probabilidade do retorno de um ativo se afastar do retorno esperado de acordo com um modelo de precificação. Quanto mais risco maior a chance das coisas sairem longe do que é esperado.

    ResponderExcluir
  9. Pra quem não entendeu nada do que o VR falou, só resta começar a rir... ou estudar mais rs....

    ResponderExcluir
  10. Isso me lembra tanto Nassim Taleb...

    ResponderExcluir
  11. VR,

    Pare de perder seu tempo com essa ridícula Teoria Moderna de Portfólios, a única coisa que faz sentindo é a análise fundamentalista!

    E eu já falei isso pra vc!

    Leia Benjamin Graham e Peter Lynch!

    ResponderExcluir
  12. Não vamos complicar o que é tão simples. Se existe o risco basta ter manejo.

    Se você tem uma estratégia boa e definda, que cai como uma luva no seu sistema (psicológico), não há o que temer. Independente do que acontecer você vai estar preparado para tomar as decisões. O mercado é imprevisível e temos que saber lidar com isso se quizermos sobreviver.

    Agora pra isso funcionar, sua estratégia tem que passar confiança ao seu sistema...

    Abcs,

    ResponderExcluir
  13. Eu um comentário que fiz aqui no seu blog no meio do ano apontei dois artigos de internet que apresentam boas justificativas para a MPT não funcionar.

    Para mim ambos os artigos são bem lógicos e fundamentados e me convenceram a não perder tempo com esta teoria ou com o CAPM.


    Como aparentemente não leu os textos, vou repetir a indicação. Espero que desta vez leia e, se possível, comente, ainda que para discordar.

    1º texto (em inglês)
    http://www.travismorien.com/FAQ/portfolios/mptcriticism.htm

    2º texto (em português)
    "os superinvestidores de Graham e Doddsville" (texto disponível em http://www.fundamentus.com.br/pagina_do_ser/OS%20SUPERINVESTIDORES%20DE.htm).

    Se quiser ler ainda mais sobre o assunto, recomento o livro "ensaios de warren Buffett", de lawrence cunningham (não é o foco do livro, mas tem algumas críticas contundentes à MPT)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto é de um discurso de 1984 !!!!!!!!

      E tem gente que fala que as técnicas de Graham estão ultrapassadas, hauhauahuahuaa

      Excluir
  14. O Damodaran também tem excelentes livros que abordam o assunto, esse aqui tem também em portugues:

    http://www.amazon.com/Investment-Fables-Exposing-Myths-Strategies/dp/0131403125/ref=ntt_at_ep_dpt_9

    ResponderExcluir
  15. Uma vez, participando de uma reuniao com um dos maiores investidores brasileiros, ouvi uma frase que mudou minha vida:

    Nunca vi ninguem ficar rico fazendo tanta conta... E de uma simplicidade unica, mas verdadeira.. Perde tempo com essas continhas e deixa os elefantes passar...

    Abs

    ResponderExcluir
  16. Ai entra o conceito de risco.
    E que a maioria das pessoas interpreta errado.
    Risco = incerteza

    Qual o risco de alguem com 90 anos e cancer maligno morrer nos próximos 10 anos?
    ZERO, isso não é risco, é certeza.

    Então nesse caso, risco é sim desvio-padrão.
    Mas concordo com seu exemplo, e nesses casos a expectativa de retorno deveria ser maior.

    ResponderExcluir
  17. VdeR, muito vem sendo dito sobre ações e mais um tanto sobre RF, mas pouco sobre a estratégia em fundos imobiliários. Quais critérios usou para escolher os fundos? E ainda mantém os mesmos fundos que postou há uns meses?
    Thanks

    ResponderExcluir
  18. Oi! Sou iniciante no mercado de ações e estava convencido que diversificar o meu capital em várias ações era uma boa estratégia, até ler este artigo do Zé da Silva, que me deixou confuso.

    Diversificação é para os fracos !

    http://www.clubedopairico.com.br/diversificacao-e-para-os-fracos

    Sempre achei muito interessante diversificar o capital, e comecei a gostar do tema depois de ler os artigos do HC Investimentos e até mesmo os artigo aqui do VR.

    Mas agora não sei, me orientaram ler o livro Os Axiomas de Zurique, alguns me dizem para começar comprando ETFs, mas não sei. Minha vontade é dividir meu capital em ações da PETR4 e VALE5 e começar fazer LC de opções como o Zé da Silva faz, afinal ele tem mais experiência em bolsa que muitos de vocês aqui e deve saber o que diz quando critica a diversificação.

    O que vcs acham? Será que devo diversificar o meu capital ou não? Obrigado.

    Alex

    ResponderExcluir
  19. Esse texto do Zé foi muito infeliz. Vou criar um artigo rápido mais uma vez voltando ao básico pra ensinar sobre diversificação intra-classe e risco não-sistemático/diversificável.

    Abraços,

    VR.

    ResponderExcluir
  20. pobretão de vida ruim15 de dezembro de 2011 17:54

    Esse zé aí cara, ele fica fazendo day trades, mexendo com opções, queria saber o rendimento dele, aliás ele já divulgou é um número absurdo, tem algo de muito errado com ele, um trader querendo ser a voz do livro pai rico que prega o contrário.

    Se ele é tão bonzão em trades já deveria ser milionário e não ficar fazendo mini sites pra ganhar 1 centavo por clique..

    ResponderExcluir
  21. Anônimo,

    Acho muito bom vc ler alguns livros mesmo pra ter confiança de como investir. Mas procure livros com exemplos empíricos e dados estatísticos.

    Eu li o "Os Axiomas de Zurich" por ser recomendado pelo Gustavo Cerbasi quando estava iniciando minha educação financeira. É um livro que conta um monte de historinhas que aconteceram com uma "conhecida" ou com um outro "fulano" amigo do autor. Não dá pra levar a sério IMHO.

    Diversificação não é para os fracos. É para quem se assume ignorante perante o mercado e quer surfar no rendimento médio (ou próximo dele) da bolsa no longo prazo. Não tenho vergonha nenhuma de dizer que é o meu caso.

    Abs

    ResponderExcluir
  22. http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/o-que-pensa-a-analista-mais-pessimista-realista-da-bolsa-sobre-2012

    É bem off-topic, mas tb faz um questionamento importante: como saber se uma ação está cara ou barata? Vc usa P/L e faz uma comparação do atual com o passado? Será que um P/L baixo no passado também é um P/L baixo no presente e será um P/L baixo no futuro? O que vc acha da notícia?

    Ass: Pobretão Pessimista.

    ResponderExcluir
  23. Cara essa Lika Takahashi só fala merda, ignora esses analistas, eles não entendem porcaria nenhuma, só inventam.

    O futuro é completamente imprevisível, não adianta ser pessimista ou otimista. É random.

    Você tem que colocar as probabilidades a seu favor, só isso. E colocar probabilidade a seu favor não é querer prever o que vai acontecer com o mundo, é escolher as coisas que tem dado certo e fazê-las.

    Empresa que vem dando lucro tende a continuar dando lucro. Empresa que não dá lucro tende a continuar não dando lucro.

    Simples!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc viu q ela adivinhou que o ciclo de alavancagem acabou justamente agora em 2012?! E nunca mais vai ocorrer!

      Será q ela combinou com os russos?

      Excluir
  24. "Por que a correlação presume-se constante quando na verdade ela aumenta nos piores momentos possíveis?"

    Niguem achar isso. So um modelo. Precisa saber como usar. Isso e a difference entre os homen e os criancias :-)

    e a correlação quebra a pior momento por que bolsa gustam causa dor. nao e facil, nao!..

    boa sorte!

    e os

    ResponderExcluir
  25. A teoria não funciona pelo simples motivo de sempre:

    a repetição do passado não assegura a mesma repetição no futuro.

    Maior exemplo da história moderna: LCTM

    Por isso creio que utilizar betas, correlações, volatilidades e tudo mais é tudo uma grande balela.

    []s!

    ResponderExcluir