segunda-feira, 20 de julho de 2009

Retorno da Bolsa/Renda Fixa de 17 países - 1900/2008

Pessoal, não tenho a mínima idéia como mas acabei encontrando na Internet um documento muito interessante: o livro do ano de retorno de investimentos de 2009 elaborado pelo Instituto de Pesquisa do Credit Suisse.

Os dados são interessantíssimos e mostram que, apesar do domínio da bolsa sobre renda fixa existir em todos os mercados, existem casos de dar muito medo: o o retorno acumulado de 109 anos da renda fixa na Bélgica é de -10%, e o da bolsa é apenas 700%, o que dá um retorno anual de 1,9% a.a. O país com o maior retorno em renda variável (Austrália) teve um retorno anual real de 7,3% a.a. Além dos dados, o texto discute por alto temas muito importantes como o equity premium (incluídos o value premium e o size premium), além da análise detalhada comparando o retorno bolsa/renda fixa país por país.

O texto está em inglês. Para baixarem cliquem aqui (1.8 MB).

10 comentários:

  1. 7,3%a.a. na Renda Fixa ou Variável ?

    Abraços.

    Luis Otávio.

    ResponderExcluir
  2. Ola´IF42,

    Muito bom o material. Parabens!
    Vc tenta fazer algum market timing ou aplica todo o mes independente do nivel do mercado?

    Abs

    ResponderExcluir
  3. O loooko.
    Como nós estamos mal acostumado!!!
    7,3% é quase a poupança rsrsrs :D

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Mas lembre-se que é rentabilidade real... enquanto a poupança chega a +-7% nominais...

    ResponderExcluir
  5. Mas está próxima não concorda ?
    Muito interessante!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Se considerarmos a inflação do Brasil em +-4,5% a.a., definitivamente não, pq a rentabilidade real vai pra uns 2% a.a.

    ResponderExcluir
  7. Algumas perguntas me ocorrem antes mesmo de ler o artigo:
    1) qual o interesse do Credit Suisse em divulgar esses dados? existe algum interesse ou eh divulgacao apenas para fins academicos/estatisticos ?
    2) quando (ano) cada bolsa mencionada no estudo comecou a operar ? o inicio de cada operacao e os diversos graus de maturidade da bolsa e de cada populacao mencionada influi como nos resultados ?
    3) como podemos ler esse relatorio a luz de questoes/desafios existentes na epoca e das questoes ecologios que se colocarao daqui pra frente ?
    4) que fatos historicos devo considerar/ter em mente ao ler ao artigo ? (p.ex. WW2/crescimento absurdo da ind EUA, mentalidd de consumo no sec passado, etc.)
    Acho que nao to ajudando muito neh ? hehehe =) desculpe
    alexx

    ResponderExcluir
  8. 1- É do departamento de pesquisa do credit suisse, então não acredito que haja algum interese na divulgação desses dados, que por sinal são amplamente aceitos. Além disso, questionar o autor pelas credenciais dele não deixa de ser uma falácia 'ad hominem'.

    De fato existe o chamado 'survivorship bias' nesse estudo.

    Muitos desses paises foram completamente destruidos pela 2a. guerra (japao, alemanha) e ainda assim conseguiram retornos positivos.

    No mais, suas outras perguntas foram muito genericas para que eu possa responder aqui.

    E pode relaxar q vc ta ajudando sim ;)

    ResponderExcluir