terça-feira, 26 de maio de 2009

Como Viver de Renda

Como vocês já devem ter percebido, o meu foco nesse blog, além de escancarar minha vida financeira, é falar sobre tópicos relativamente avançados sobre investimentos e finanças pessoais. No entanto, por uma questão estatística, a maior parte dos visitantes é composta de iniciantes; alguns "virgens" nesse mundo financeiro, mas a grande maioria com um mesmo objetivo: viver de renda. Portanto, aqui vão dicas PRÁTICAS, BÁSICAS, SEM ENROLAÇÕES para você que quer ser financeiramente independente:


1. GANHE MUITO DINHEIRO

  • Faça uma boa faculdade E aprenda uma profissão com a qual você se compatibiliza e dê bastante dinheiro. É muito mais fácil ser milionário se você tiver uma renda alta.
  • Considere ser dono ao invés de empregado.
  • Se você for jovem, o risco é seu amigo. Fique perto dele.

2. NÃO GASTE MUITO DINHEIRO

  • Comece a economizar cedo. Cada real salvo nos seus vinte ou trinta anos valerá 10 vezes mais do que um real salvo nos seus cinquenta anos ( e sim, já considerando a inflação).
  • Alugue o seu estilo de vida. Não compre um barco, uma segunda casa, um avião, etc. Mantenha suas despesas fixas baixas para quando os tempos difícies chegarem (e eles chegarão) você possa rapidamente cortar parte das suas despesas.
  • Perceba que comprando uma casa ou carro caros demais para você provavelmente irão mantê-lo longe de se tornar rico. As grandes despesas são as que mais importam.
  • Seja prudentemente frugal e seletivamente extravagante. Tenha certeza que você está gastando seu dinheiro nas coisas que mais trazem felicidade para você.
  • Se você não consegue pagar a vista, você não pode comprar. Exceção: Casa (protegida contra inflação). Não é exceção: Carro.
  • Case bem, case uma única vez, case com alguem que partilha dos mesmos pensamentos nas quatro grandes coisas (dinheiro, religião, filhos e sexo). MANTENHA-SE CASADO. Divórcio é um armageddon financeiro. Se não encontrar ninguém interessante, PERMANEÇA SOLTEIRO. Dane-se o que a socidade vai pensar de você, eles não vão pagar a pensão de 1/3 do seu salário depois.
  • Cartões de crédito não são para crédito. Se você pagou juros no cartão de crédito, você é no mínimo um IGNORANTE e no máximo um IDIOTA.
3. FAÇA SEU DINHEIRO TRABALHAR TÃO DURO QUANTO VOCÊ

  • Tenha o retorno que o mercado te fornece. Defina sua alocação de ativos e invista em fundos de índice (PIBB é o mais barato deles)
  • Minimize os impostos. Aproveite a isenção de R$20.000,00 da bolsa e procure só retirar sua renda fixa após o IR cair para o mínimo de 15%.
  • Mantenha as taxas reduzidas (use TD para renda fixa e PIBB/BOVA para a bolsa)
  • Entenda o básico de finanças. Saiba o que é juros composto, risco financeiro, diversificação, o valor temporal do dinheiro, etc.
  • Entenda por que seus aportes mensais importam muito quando você é novo e muito pouco quando você aproxima a independência financeira. Entenda por que o retorno de seus investimentos importam pouco quando você é jovem, mais quando se aproxima da aposentadoria e são FUNDAMENTAIS durante a primeira década após a aposentadoria. Leia e entenda o meu tópico sobre a taxa segura de retorno (TSR).
  • Se você falha em planejar você planeja para falhar. Tenha um plano financeiro escrito.

4. NÃO PERCA DINHEIRO

  • Se você pretende permanecer com a mesma alocação de ativos durante toda sua vida, você está perdendo dinheiro.
  • Tenha um estilo de vida saudável.
  • Não confunda seguro com investimento (Previdência Privada, eu estou olhando para você!)
  • Se o seu empregador também contribuir para sua previdência privada, invista o máximo que puder. Caso contrário, invista em previdência privada caso você queira doar parte da sua rentabilidade para os bancos (afinal eles são muito pobres e necessitados)
  • Fique rico lentamente. Um bom investimento é um investimento que te dê tédio.
  • Não acredite em nenhum conselho financeiro de alguém que tem algo a ganhar com seu investimento (gerente de banco, corretoras, palestrantes pagos, etc.)
E o mais importante... SEJA FELIZ!

22 comentários:

  1. Pô, Independência, vc modestamente "BROCOU" com esse tópico. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Discordo de alguns detalhes principalmente da casa própria é um bem de consumo.Tira a flexibilidade,prende capital e dificilmente você vai comprar algo pequeno vai querer comprar algo bom para chamar de seu.

    Quanto ao risco concordo em parte já vi gente falando que ia investir em opções e sabia menos que NADA.

    Acho que faltou uma coisa:

    A coisa mais importante é o estudo,pois ele faz você tomar as decisões certas.Então que te ir até o avançado.Contabilidade,matemática financeira,tributação, investimentos...

    Outra coisinha só invista naquilo que você conheça e nada mais pelo amor de DEUS.

    Quanto a passividade dos investimentos acho que é uma escolha,mas não necessariamente a melhor opção.Mas no início é a única.

    O blog tá ficando cada vez melhor :D

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog... encontrei vc pelo fórum do clube do pai rico, li ele todo e achei mto legal esse seu plano.
    Já tinha pensado algo parecido, porém a crise chegou até mim e acabei não efetivando o planejado. Tenho 23 anos e inicialmente minha expectativa é viver de renda após os 50.

    Uma grande dúvida minha é em relação a casa própria... Isso vc não comentou em nenhum momento, vc já tem uma? quer ter?
    O que é melhor (financeiramente falando)
    viver de aluguel? utilizar o patrimônio adquirido e comprar a vista? ou devemos financia-la no SFH?
    tenho muitas dúvidas desse assunto...

    Continuarei acompanhando para aprender cada vez mais.. Obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Capitalista, valeu pelo comentário. Claro que todo risco tem limite, quem opera opiças a seco é maluco e deveria estar num casino e não na bolsa.

    O que foi que houve com seu blog? Achei que você ia retomar ele!
    ---
    Bruno, essa dúvida da casa própria é bem comum, mas Gustavo Cerbasi explicou sobre isso muito bem no livro "Casais inteligentes enriquecem juntos". Ainda assim vou falar sobre isso em um tópico mais pra frente. Mas adiantando (e te frustando), a resposta é: depende!

    Agradeço a você pela visita!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado por responder ao meu comentário.
    Vou esperar, rss!

    Quanto a esse livro, vc recomenda a leitura? Lendo só o prefácio dele achei que ele fala só o mesmo 'blablabla' de sempre..

    ResponderExcluir
  6. Bruno, o livro de Gustavo Cerbasi é bom para quem é bem iniciante. Fala sobre juros compostos, a necessidade de economizar, dá umas dicas gerais, é um ótimo pontapé inicial, ao contrário da fraude que é "Pai Rico Pai Pobre".

    No entanto, tenha certeza que é um livro bem limitado, pois é dirigido ao grande público. Caso você já conheça algo de finanças pessoais, sugiro partir para o estudo de investimentos específicos.

    ResponderExcluir
  7. Estamos no século 21. É preciso renovar os conceitos para viver nesta hera "pós-moderna" nada de apegos nem a bens materiais e nem a locais e nem mesmo a pessoas. Cada um no seu quadrado! Tudo é passageiro e neste século é mais rápido. Usufrua de cada momento com intensidade! Não perca seu tempo fazendo faculdades enganando-se de que está aprendendo alguma coisa. Use-a somente para relacionamentos. A internet não é uma onda, veio pra ficar. Fique online 24/7. Arrisque sempre e não se fixe em lugares. Reveja seus conceitos sempre renove-os.

    ResponderExcluir
  8. Puxa, o nível de comentários já foi melhor... e pra viver nesta "hera", recomendo um bom jardineiro! :-)

    ResponderExcluir
  9. Pois é, anônimo. Ou um jardineiro ou então Zeus pra dar uns tapas nela por tentar matar Hercules! Hera sem-vergonha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hera foi de lascar, mas o "Seje" do seu texto está no mesmo nível..

      Excluir
  10. vvier de renda, qual seus planos para essa nova "hera"? haha
    cada uma...

    ResponderExcluir
  11. Bom dia a todos ...

    Li recentemente o livro: Aposentado, Jovem e rico (da série Pai Rico, Pai pobre) embora ele repetisse muitos alguns pensamentos, achei interessante a questão da "alavangem" e a questão de viver com inúmeras rendas de locação de imóveis (para garantir um fluxo de caixa), embora achei difícil a aquisição destes da forma como ele conduz o livro... Mas acredito q tem que se ter muito cuidado, pois ele diz apostar sempre todas as fichas e comprar mesmo sem $$$, isso é arriscado demais se individar..
    O que acha ?

    Abraços e parabéns pelo blog.

    Daniel

    ResponderExcluir
  12. Daniel,

    Eu acho que você deve parar de ler pornografia financeira e estudar livros de verdade.

    E a palavra certa é ENdividar.

    ResponderExcluir
  13. A série Pai rico pai pobre segue a realidade americana e não a brasileirea. Não gostei por isso!!!

    ResponderExcluir
  14. E aí Viver de Renda blz?

    Muito bom o seu blog. Parabéns. Você citou num comentário acima que o livro "Pai Rico Pai Pobre" é uma fraude. Poderia nos contar quais os motivos que o levaram a pensar assim de tal livro?

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  15. Agora passe todos os creditos do seu texto ao autor Robert T. Kiyosaki, autor do livro "Pai Rico, Pai Pobre".....

    ResponderExcluir
  16. faz 2 anos que ganho 3000 mil por mes hoje a minha poupança é de 620 reais apenas. acho que presiso de uma ajudinha.

    ResponderExcluir
  17. Poxa, ótimas dicas autor. Sem rodeios e em várias frentes. Isso vai me ajudar bastante. O que seria alta renda hj em dia? (média)
    Sei que sendo empregado é difícil bater 10k. Pode acontecer mais fáceis sei lá, em medicina engenharia, mas no geral é complicado.

    tenho 24 anos e tiro 2.8k, acho pouco (me formei em comunicação social). Sou assistente, o salário hj em dia dos sêniors da minha especialidade giram em torno de 6.5 a 8k. Vale a pena continuar? Ou focar num concurso público?

    valeusss!

    ResponderExcluir
  18. Já sigo vários blogs e comecei a seguir este por indicação de um amigo, está de parabéns, comecei com o sonho da IF um pouco tarde, mas a meta e aposentar daqui a 8 anos, qdo estiver com 50, não pretendo parar de trab mas sim fazer apenas oq gosto. Comecei a ler seu blog desde o começo, é como um reality, parabéns e mesmo depois de atingir sua IF, espero q continue com o blog. Abraços e bons negócios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, motociclista! Boa sorte nos investimentos!

      Excluir
  19. Infelizmente fui entender tudo isso um pouco tarde aos 45 anos. Estou ensinando isso a minhas filhas. Voce teria uma estratégia realista para um cara de 45 anos viver o menos pior possível na aposentadoria?

    ResponderExcluir